Greatest Hits

Greatest Hits
Tele-jogo, o videogame de uma geração

Greatest Hits

Greatest Hits
Coletânea de sucessos de uma fita Basf

Greatest Hits

Greatest Hits
O Rockeiros Nacionais também envelheceram

Greatest Hits

Greatest Hits
IoIô da Coca-Cola

Jogos do Atari

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

atari

Encontrei essa pérola no site infancia80.com.br, e tomei a liberdade de compartilhar com vocês, realmente sensacional, mate um pouco a saudade do glorioso Atari.

 

Colocamos disponível para download o emulador mais conhecido do Atari, o Stella. O emulador é um programa que faz o seu computador funcionar como outro sistema (no caso o videogame) quando é executado. O Stella "emula" o Atari, ou seja, simula o funcionamento do Atari no seu PC. É um programa bem simples, mas que funciona muito bem!

 

Para instalar o emulador, descompactar o arquivo, que está em '.zip'. Separe uma pasta exclusiva para o jogo, como por exemplo C:\Arquivos de Programas\Stella.

Algumas instruções devem ser seguidas após instalar o programa. Para que os jogos funcionem, devem ser armazenados em uma pasta chamada Roms, que tem que estar dentro do mesma pasta onde está o programa (ex.: C:\Arquivos de Programas\Stella\Roms).

 

Para começar a jogar, basta clicar no arquivo "gamemenu"!!!

 

O Stella é compatível com joystick, mas funciona perfeitamente se é usado o teclado, funcionando como joystick. E o Stella é bem simples, nesse sentido, já que o Atari tinha um joystick muito simples, com apenas um botão, e poucos botões no console.

O botão do joystick é o Enter, ou o Espaço.

 

A letra "R" no teclado corresponde ao Reset (inicia o jogo).

 

Com a letra "S" pode-se selecionar níveis de dificuldade ou número de jogadores (é o Select).

 

A letra "Q" finaliza o jogo (quit).

 

Em alguns jogos, está disponível o recurso em que se podia escolher se estava jogando em uma televisão em cores ou em uma televisão em preto e branco. Essa função nunca teve muita utilidade no próprio videogame, mas se alguém jogava em uma televisão em preto e branco nos tempos de infância, e quer "reviver" a época, pode deixar a tela em preto e branco, com a letra "B". Para voltar a cor, é só apertar a letra "C", no teclado.

Colocamos aqui para download 30 dos mais conhecidos jogos desse videogame. Os jogos estão disponíveis em um único arquivo .Zip. O download do arquivo com os 30 títulos é bem leve, pois a maioria dos jogos (Roms), tem somente 4Kb!

 

 

Clique aqui para fazer download do emulador


Pra você que nasceu na década de 80...

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

anos-80-homem

Taí mais uma pérola da internet.


Pensando bem, é difícil acreditar que estejamos vivos até hoje!

Quando éramos pequenos, viajávamos de carro (aqueles que tinham a sorte de ter um...) sem cintos de segurança, sem ABS e sem air-bag! Os vidros de remédio ou as garrafas de refrigerantes não tinham nenhum tipo de tampinha especial... E tinham também aquelas bolinhas de gude... que vinham embaladas sem instrução de uso... A gente bebia da torneira e nem conhecia água engarrafada!


- Que horror!!!!

A gente andava de bicicleta sem usar nenhum tipo de proteção.. E passávamos nossas tardes construindo nossas pipas ou nossos carrinhos de rolimã... A gente se jogava nas ladeiras e esquecia que não tinha freios até que déssemos de cara com a calçada ou com uma árvore.. E depois de muitos acidentes de percurso, aprendíamos a resolver o problema.... SOZINHOS....!!!!!

 

Nas férias, saíamos de casa de manhã e brincávamos o dia todo; nossos pais às vezes não sabiam exatamente onde estávamos, mas sabiam que não estávamos em perigo.

 

Não existiam os celulares! Incrível!!!!!!!! A gente procurava encrenca. Quantos machucados, ossos quebrados e dentes moles dos tombos... ??? Ninguém denunciava ninguém.. Eram só "acidentes" de moleques: na verdade nunca encontrávamos um culpado. Você lembra destes incidentes? Janelas quebradas, jardins destruídos, as bolas que caíam no terreno do vizinho...

 

Existiam as brigas e, às vezes, muitos pontos roxos.. E mesmo que nos machucássemos e, tantas vezes, chorássemos, passava rápido; na maioria das vezes, nem mesmo nossos pais vinham a descobrir...

A gente comia muito doce, pão com muita manteiga... Mas ninguém era obeso... No máximo, um gordinho saudável... A gente dividia uma garrafa de suco, refrigerante ou até uma cerveja escondida, em três ou quatro moleques, e ninguém morreu por causa de vermes! Não existia o Playstation, nem o Nintendo... Não tinha TV à cabo, nem videocassete, nem Computador, nem Internet... Tínhamos, simplesmente, amigos!

 

A gente andava de bicicleta ou à pé. Íamos à casa dos amigos, tocávamos a campainha, entrávamos e conversávamos.... Sozinhos,num mundo frio e cruel!!!!!!!! Sem nenhum controle! Como sobrevivemos????!!! Inventávamos jogos...com pedras, feijões ou cartas...Brincávamos com pequenos monstros: lesmas, caramujos, e outros animaizinhos, mesmo se nossos pais nos dissessem para não fazer isso!

 

Alguns estudantes não eram tão inteligentes quanto os outros, e tiveram que refazer a segunda série.. Que horror! Não se mudavam as notas e ninguém passava de ano, mesmo não passando... As professoras eram insuportáveis! Não davam moleza... Os maiores problemas na escola eram: chegar atrasado, mastigar chicletes na classe ou mandar bilhetinhos falando mau da professora. Correr demais no recreio ou matar aula só pra ficar jogando bola no campinho...

 

As nossas iniciativas eram "nossas", mas as conseqüências também! Ninguém se escondia atrás do outro... Os nossos pais eram sempre do lado da Lei quando transgredíamos as regras! Se nos comportávamos mal, nossos pais nos colocavam de castigo e incrivelmente nenhum deles foi preso por isso! Sabíamos que quando os pais diziam "NÃO", era "NÃO".

 

A gente ganhava brinquedos no Natal ou no aniversário, não todas as vezes que iamos ao supermercado... Nossos pais nos davam presentes por amor, nunca por culpa... Por incrível que pareça, nossas vidas não se arruinaram porque não ganhamos tudo o que gostaríamos, que queríamos....

Esta geração produziu muitos inventores, artistas, amantes do risco e ótimos "solucionadores" de problemas.. Nos últimos 50 anos, houve uma desmedida explosão de inovações e tendências... Tínhamos liberdade, sucessos, algumas vezes problemas e desilusões, mas tínhamos muita responsabilidade... E não é que aprendemos a resolver tudo? ..Sozinhos...

Se você é um destes sobreviventes.... PARABÉNS !!!!!!!!

Saudade dos Anos 80

terça-feira, 5 de fevereiro de 2008

222122

Pois bem, estou de volta para falar das coisas boas dos anos 80, como já disse a internet é um ótima fonte de riquezas, e é engraçado como pessoas diferentes, as vezes até de regiões diferentes, tiveram praticamente os mesmos gostos e vivenciaram as mesmas situações, digo isso porque o texto abaixo não é de minha autoria, apesar dos pitacos e do toque que sempre procuro dar aos mesmos. Não sei quem é o autor do mesmo por isso não publiquei os créditos. Um grande abraço e boas lembranças a todos.

Na infância e adolescência de muitos de nós ou de nossos filhos, vivenciamos fatos e fotos que marcaram a vida de muita gente. Saudades de tempos que não voltam mais... Saudades do tempo de outrora...

O tempo vai passando e, com exceção de Vera Fischer, todos nós estamos envelhecendo. E podemos descobrir isso de uma forma bem banal. Afinal de contas, é chocante o fato de que alguns calouros de faculdade do ano 2000 nasceram no improvável ano de 1982.

Portanto... Eles não tem a mínima idéia de quem foi e o que significou realmente Tancredo Neves e mal ficaram sabendo que ele morreu antes de assumir a presidência. Eles estavam na pré-puberdade quando aconteceu a Guerra do Golfo. Viram um único Papa em toda a sua vida. Eles se recordam do nome de dois presidentes da República, no máximo. Eles tinham 12 anos quando a União Soviética se dissolveu e não se lembram da Guerra Fria. E quem não tinha roupa da Company, estava totalmente out. As meninas trocavam papel de carta e pulavam elástico na hora do recreio!

Atari é algo que não existiu para eles. A expressão "isso soa como um disco quebrado" não tem nenhum significado, uma vez que eles sequer conheceram os discos de vinil e muito menos sabem que os mesmos ainda existem. Nunca jogaram Pac-Man. Relógio e calculadora da Casio e joguinhos de corrida são uma vaga lembrança para eles. Caloi 10, BMX Pantera com freio a tambor (o Pai Gil tinha uma) e Caloi Freestyle, são peças de museu do seu irmão mais velho. Sempre ouviram falar de secretária eletrônica, a maioria nunca viu uma TV só com 04 canais e provavelmente nunca estiveram frente a frente com um televisor preto e branco, muito menos da marca Telefunken.

Nem imaginam o que é um videocassete da National e, para eles, Mitsubishi é apenas uma marca de carro, não de televisão. Luciana Vendramini já virou uma senhora de "30 anos".

Os desenhos mais recentes para nós, tais como Thunder Cats e He-Man, não fizeram parte de suas infâncias. Não tem a menor idéia do que é o Palácio da Justiça dos Superamigos.

Os grupos RPM e Nenhum de Nós são da década de 80 e não passam de meros estranhos. Aliás, a década de 80 é algo distante em suas lembranças. Nunca experimentaram calçar um Bamba, Kichute ou Montreal (aquele que o Sílvio Santos sorteava no Domingo no Parque).

O Gol GTS 1.8 ou GTI 2.0 nem o Escort XR3 nunca foram sonhos de consumo deles na adolescência.

Michael Jackson para eles, sempre foi branco. O esporte "Morey Boogie" foi substituído pelo Bodyboard. Pergunte a eles o que é uma bala Boneco ou bala Banda, ou até mesmo o Pirocóptero, ou o Diplink (que vinha com pozinho para grudar no pirulito).

Não assistiram ET no cinema e suas férias nunca foram recheadas com "Sessão da Tarde Especial", com filmes dos Trapalhões (nesta época a Xuxa não participava dos filmes e eles eram engraçados). Sempre tiveram videocassete e nunca ouviram falar em formato "betamax". Beber Gini, Grapete e comer paçoquinha Amor não faz parte da infância deles. A febre da "Promoção IO-IO" da Coca-Cola nunca existiu. Nunca tiveram o prazer de colecionar mini-garrafinhas de refrigerante com o logotipo escrito em árabe, russo e japonês. Nem o estilingue do Toddy. Já nasceram com um walkman nos ouvidos e sempre comeram pipoca de microondas. Nunca ouviram falar dos aviões da PanAm.

Nunca viram o Roberto Dinamite ou o Zico jogar... e o Sócrates é apenas o irmão mais velho do Raí. Não choraram quando a França tirou o Brasil da Copa de 1986 nos pênaltis. Não ouviram Menudos e New Kids on the Block no rádio.

Não se importam com quem matou Odete Roittman e nunca assisitiram Perdidos no Espaço, Sítio do Pica-Pau Amarelo, Ilha da Fantasia e O Elo Perdido. Jamais comeram um Big Mac que tenha vindo em embalagem de isopor. John Travolta é o ator de "A Outra Face" e não de "Os Embalos de Sábado à Noite" ou "Grease". Nem imaginam que Ronald Reagan foi ator. Aliás, nem devem saber quem ele foi depois. Nunca viram programas de computador em Cobol, Basic nem Assembler. Disquetes de 5 com capacidade de 1.2Mb e de 360Kb nunca existiram para eles. Muito menos os de 8 polegadas. "O que é DOS e como eu executo?" é uma pergunta bastante frequente para eles.

A Vovó Mafalda virou a mãe da brega-star Beth Guzzo. Nunca viram o programa do palhaço Bozo. Nunca viram Sala Especial e jamais ficavam assistindo o Fantástico para babar pelas "Garotas do Fantástico".

Jamais puderam brincar, nos domingos de manhã, com o Sílvio Santos apresentando o quadro de sentar na cabine e responder SiiiiiiiiiiiiiM ou NãããããO quando acendia a luz vermelha e ele pedia para trocar um automóvel por uma caixa de fósforo usada. Nunca viram na TV a sensacional batalha musical entre o Ovelha e o Trio Los Angeles. Nunca viram Dominó, Polegar, e Jane Duboc no Viva a Noite (viva! viva! viva!). Não assistiram o Jogo da Velha no faustão no dia em ele chamou ao palco o Placa Luminosa, Roupa Nova, Heróis da Resistência, Uns e Outros ou o Nenhum de Nós. Nem dançaram a lambada do Beto Barbosa.

Preciosidades: Guaraná Skol, Fanta Limão, groselha vitaminada Milani. Chaveiro de borracha da K&K em forma de pé-de-pato (um clássico). Sessão Western logo depois do Jornal Hoje de sábado. Sessão Aventura (Panteras, Hulk, Casal 20 e Manimal).

Transformers, Robô Gigante, Família Barbapapa, Agente 86, Corrida Maluca, Smurfs, Patati-Patatá, Patotinhas de patins.

Mais preciosidades: Ferrorama, Autorama, Lu-Patinadora, Cubo, Fofolete, Geleca, Mão Biônica, Genius, Sugus, bala Juquinha (que grudava no papel e você comia assim mesmo), Ki-Suco campestre, geléia de mocotó colombo, Bala Zequinha, propaganda do Pudim Royal. Régua tabuada, caneta 10 cores, Relógio Champion com várias pulseiras, relógio Casio com joguinho da pirâmide.

Caverna do Dragão, A Fantástica Fábrica de Chocolate, Skylab, Amar É..., revista do Pelezinho, Almanaque do Escoteiro Mirim, Pateta nas Olimpíadas, discos coloridos com historinhas infantis, sandália cineminha portátil (aquele que girava a manivelinha). Nunca assistiram aos domingos no Fantástico o resultado da Loteria Esportiva apresentado pela Zebrinha (Deu zzeeebbbrrraaa!!! Ó eu aqui de novo!!!)

E pra terminar, nunca ouviram: "Depois de um sono bom a gente levanta, toma aquele banho, escova os dentinhos... e na hora de tomar café, é café Seleto, que a mamãe prepara com todo carinho, café Seleto tem sabor delicioso, cafezinho gostoso...café Seleto, café Seleto...." e nenhuma de suas versões mais desbocadas. Vocês se lembram?

Também não se lembram do Balão Mágico com a Simony, Jairzinho, Cascatinha। Você comprava o disco deles (de vinil, é claro!) e vinha um carrossel para montar, aí a gente colocava em cima do disco... E a famosa Armação Ilimitada antes da Sessão da Tarde??? Estrelando a Zel, o Juba, o Lula e o Bacana... Lembra do sorvete em formato de tubarão?? Tinha de morango e maçã verde, era ruim demais, mas nós

 

ADORÁVAMOS!!!